Vem cá

11:52


    Vem cá. Mas não se esqueça da sua risada calorosa nem do seu abraço confortável. Eu estou aqui, com aquelas velhas promessas.
       Vem cá, e por favor não demore. Chegue mais cedo do que o combinado e enrole um pouco mais para ir embora. Caso fique muito tarde, não precisa ir, não me importarei nem um pouco se você ficar.         Venha e traga seu cheiro, seu perfume. Seria bom se trouxesse também todas aquelas marquinhas da sua pele que eu amo e principalmente aquela cicatriz quase imperceptível no canto da sua boca. Eu sempre a notei, e vou amá-la para sempre.
      Vem cá. E se não puder vir hoje, não vou me chatear. Consigo esperar até amanhã. Só preciso que traga você e eu estarei esperando com todo meu amor.



    Esse texto já estava no meu outro blog, o Sem Pizza, mas adoro ele, então quis postar aqui. Me desculpem por sumir, mas estou em final de etapa no colégio, então são milhares de trabalhos e provas, mas logo tudo vai ser normalizar, só preciso me acostumar com essa rotina. Beijos. 

You Might Also Like

0 comentários