Opinião Crítica: Quem é Você Alasca?

17:15



ANTES DE LER: se ainda não leu o livro e não que SPOILERS, volte e leia depois.

Bom, não vou chamar essa seção de Resenha, porque (a) não sei fazer resenhas e (b) até já fiz, mas era na época de Ciranda de Leitura.
Então, ganhei Quem é Você Alasca? de aniversário, e resolvi ler ontem.
Minha primeira impressão: era realmente um livro de John Green. (Se você já leu algum dos livros dele, sabe do que eu estou falando.)
Tirando A Culpa é das Estrelas, que não trata tanto o tema escola, em todos os outros que já li (O Teorema Katherine, Cidades de Papel e Quem é Você Alasca?) o enredo gira em torno de um garoto meio excluído e nerd, que se apaixona por uma garota, e ela tem namorado, é linda e  parece não querer ficar com ele.
Não, isso não é de todo ruim. E ainda é muito melhor do que Nicholas Sparks e a sua mania de culpar sempre a mulher pela separação do casal e quase sempre manter eles separados depois de 200 páginas de dedicação. (Tá, o John também faz isso.)
Voltando a Quem é Você Alasca? : gostei muito do livro; por motivos de (a) eu gosto de últimas palavras, (b) dos diálogos, (c) da filosofia que o autor sempre usa pra nos fazer pensar enquanto lemos e (d) porque amo quem escreve usando as letras pra enumerar os fatos.
E não gostei por motivos de (e) podia ter um pouco mais antes do que depois e (f) de algum modo não senti que o livro era sobre Alasca. Agora especificando isso: eu, assim como o Miles,  queria conhecer mais Alasca! Não porque ela fosse um gênio (ela era até bipolar demais), mas porque queria compreender a paixão dele avassaladora por ela. Outro ponto que ficou perdido foi (g) o trote que eles deram. Podia ter mais coisa girando em torno disso depois, mas na verdade é o trote e PUF! ela morre.
No final nem eu mesmo consegui me decidir se ela morre ou se mata. Eu queria tanto que eles tivessem ficado pelo menos mais uma noite juntos, ai sim faria sentido ela morrer. (Não sei lidar com a morte, por isso esse comentário)
Último comentário sobre o livro: Entendi perfeitamente o que ele disse sobre perder alguém que ele ama e que não saber se era amado pela pessoa; pois eu tenho um certo complexo e fico imaginando isso. Enfim, devaneios.
Último comentário sobre o autor: Não há uma ordem dos livros que gosto mais do John, apenas Cidades de Papel em 1º; e os outros três em 2º. Sempre que estou totalmente sem interesse pela leitura, pego um livro dele e devoro em 24 horas. E me sinto bem. Gosto mesmo da filosofia que ele usa e dos fatos e curiosidades que aprendo através do livro. E quero muito, muito, muito ler os livros dele em parcerias com outros autores.

Espero realmente que vocês tenham entendido o que eu escrevi aqui. 

"Eu queria ser seu último amor. Mas sabia que não era. Sabia e a odiava por isso. Eu a odiava por não se importar comigo. Eu a odiava por ter me deixado naquela noite. E odiava a mim mesmo por tê-la deixado ir embora, porque, se eu tivesse sido suficiente, ela não teria querido ir embora. Simplesmente teria se deitado comigo, conversado e chorado. E eu a teria ouvido e teria beijado as lágrimas que caíam dos seus olhos."  - Quem é Você Alasca?

You Might Also Like

3 comentários

  1. AI MEU DEUS! Como assim ela se mata, ou ela morre. Jesus, afinal de contas, quem é Alasca? Uma menina? Sério que ela morre? Isso foi spoiler!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, você devia ter lido o primeiro paragrafo, ela disse que haveria spoiler no post!

      Excluir
  2. Eu simplesmente morro de rir e chorar com esse livro, acho bem melhor do que ACEDE (jogue pedras). A filosofia criada por Green nesse livro foi bem focada, bem linda, nossa, como eu amo esse livro!

    Beijos, www.setecoisas.com <3

    ResponderExcluir